• SINCODIVES

  • LEGISLAÇÃO

  • EVENTOS

  • ESTATÍSTICAS

  • COMUNICAÇÃO

  • ESTUDOS

  • INSCRIÇÃO


Trimestre fecha em queda e março é o melhor mês de vendas do ano

Publicado em 06/04/2021

Apesar das restrições e decretação de feriados para conter a disseminação sem controle da pandemia de coronavírus, março fechou com o maior volume de vendas de veículos leves de 2021, com 177 mil emplacamentos, segundo números obtidos pela Auto Informe. Com maior número de dias úteis (23 se não forem considerados os dias de recesso), o mês registrou volume 11,9% acima de fevereiro e também houve crescimento de 13,6% na comparação com março de 2020, que teve apenas duas semanas de negócios normais antes que as concessionárias e fábricas fossem fechadas em todo o País por causa da Covid-19.

No acumulado do primeiro trimestre o resultado de 2021 é negativo. Os 497,8 mil automóveis e utilitários leves emplacados nos três meses deste ano representam volume 6,5% abaixo do registrado no mesmo período de 2020, que teve dois meses e meio sem os efeitos da pandemia e uma quinzena de concessionárias fechadas. Este ano o trimestre inteiro foi afetado pela Covid-19, mas sem o fechamento total do comércio e canais on-line funcionando plenamente. Isso explica o crescimento das vendas em março agora e a retração na comparação trimestral.

Quando se verifica a média diária de emplacamentos, nota-se que este ano o mercado segue andando de lado, com arrefecimento após o aquecimento do último trimestre de 2020. Sem contar feriados (que foram diferentes entre cidades e estados), março teve 23 dias úteis e 7,8 mil licenciamentos/dia, número muito próximo dos 7,9 mil/dia de fevereiro com 20 dias úteis (sem carnaval), e pouco abaixo dos 8,1 mil em 20 dias úteis de janeiro. Nota-se, portanto, uma tendência de leve retração mês a mês.

Já sob a influência do pessimismo trazido pelo agravamento da pandemia e aumento de imposto no Estado de São Paulo, entidades que representam fabricantes e distribuidores de veículos (Anfavea e Fenabrave) fizeram no início de 2021 uma aposta conservadora para este ano, projetando a venda de 2,25 milhões de veículos leves este ano.

Boa parte das consultorias mantinha expectativas melhores, na casa de 2,5 milhões de unidades, mas após o primeiro trimestre fraco e falta de horizonte claro no combate à Covid-19, já estão rebaixando suas previsões para algo entre 2,3 milhões e 2,4 milhões. Ainda assim, sob a condicionante de avanço mais rápido da vacinação no segundo semestre. Antes que a imunização aconteça em maior escala para fazer retroceder a pandemia, o cenário segue instável e as perspectivas são negativas.
Trimestre fecha em queda e março é o melhor mês de vendas do ano

Compartilhe:

 

 

Visitas: 24

Fonte: Automotive Business

FALE CONOSCO