• SINCODIVES

  • ESTATÍSTICAS

  • LEGISLAÇÃO

  • COMUNICAÇÃO

  • EVENTOS


Consumidor está retraído, diz presidente da Fenabrave

Publicado em 06/06/2019

Ao divulgar o balanço do mercado de veículos usados nesta terça-feira, 4, o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, voltou a manifestar preocupação com a falta de confiança do consumidor e os consequentes reflexos dessa situação no setor.

“O medo do desemprego, associado à falta de perspectiva de curto prazo na retomada da economia, mantém o consumidor retraído para compra”, declarou Alarico Jr. ao informar que as vendas de veículos usados cresceram apenas 1,7% no acumulado deste ano, atingindo 5,76 milhões de unidades até maio, antes as 5,66 milhões dos primeiros cinco meses de 2018.

Na véspera, no comunicado da Fenabrave sobre o mercado de veículos 0 km, o dirigente da entidade já havia manifestado insatisfação com o momento atual, ao declarar que a estabilidade das vendas em maio é o reflexo da frustração da população, causada pela demora na aprovação das reformas, “o que resulta na queda das expectativas, tanto do consumidor, quanto do empresário”.

Considerando todos os segmentos representados pela Fenabrave – automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros veículos – os números de maio, que teve mais dias úteis do que abril, indicam estagnação do mercado de veículos novos, visto que no comparativo mensal houve alta inexpressiva de 0,78%. E no acumulado do ano são as vendas diretas que estão sustentando a expansão das vendas de 0 km.

No caso dos veículos usados, as vendas somaram 1.276.109 unidades em maio, o que representou evolução de 8,7% sobre o total de 1.173.930 comercializado em abril e de 4,6% em relação ao mesmo mês de 2018. No segmento de automóveis e comerciais leves, as transações somaram 958,7 mil unidades no mês passado, 8,9% acima dos 880,3 mil transacionados em abril. Com relação ao mesmo mês do ano passado, o acréscimo foid de 4,2% .

Do mercado total de automóveis e comerciais leves, os modelos usados com até 3 anos de fabricação representaram 12% em maio e 10,9% no acumulado do ano.

Consumidor está retraído, diz presidente da Fenabrave

Compartilhe:

 

 

Visitas: 37

Fonte: Fenabrave/SP

FALE CONOSCO