DATA - Data
terça-feira, 15 de janeiro de 2019
Defendendo os interesses e representando a categoria.
SMAPN - Titulo

Informativo Regional

NEWS - Notícia - Lista
NEWSD - Notícia - Detalhe

Grupo VW(14/01/2019 08:45)


 
O Grupo VW encerrou 2018 com um novo recorde de vendas ao entregar mais de 10,8 milhões de veículos em todo o mundo, o que representou ligeira alta de 0,9% sobre o resultado do ano anterior. Os dados, divulgados na sexta-feira, 11, consideram os emplacamentos das marcas Volkswagen, Audi, Porsche, Skoda e Seat, além das marcas de veículos comerciais Volkswagen Caminhões e Ônibus, MAN e Scania.
 
Entre as regiões do mundo, a América do Sul registrou a maior variação positiva, de 13,1% na mesma base de comparação anual, para 590 mil unidades, das quais 401,7 mil foram vendidas no Brasil, alta de 30,4%, na soma de todas as marcas do grupo que atuam por aqui.
 
Na Europa, os negócios da companhia tiveram crescimento bem menos robusto, de 1,2%, para 4,38 milhões, graças à região Central e Oriental do continente, cujas vendas subiram 7,1% enquanto a Europa Ocidental teve crescimento igual a zero. Na Alemanha, as vendas do grupo tiveram leve recuo de 0,1%.
 
Também foi pequeno o índice de aumento das vendas na Ásia-Pacífico: com 4,54 milhões de unidades distribuídas na região, o incremento é de 0,9%. Na China, o maior mercado do mundo para o grupo, as vendas também subiram de forma tímida, apenas 0,5%, embora o volume de 4,2 milhões seja bastante representativo.
 
Já na América do Norte o Grupo VW viu seus negócios andarem para trás: por lá, as vendas recuaram 2%, ficando nas 956 mil unidades, embora as 638,6 mil unidades entregues só nos Estados Unidos significaram crescimento de 2,1% naquele mercado.
 
“Mesmo que estabelecer novos registros não seja mais o nosso principal objetivo, estamos muito satisfeitos com este ótimo resultado. Especialmente no segundo semestre, as coisas não foram fáceis para nós em 2018. Foi possível alcançar este novo recorde de entregas para o grupo graças a uma combinação de excelentes produtos e o alto nível de confiança depositado em nós por nossos clientes. Tendo em conta os desenvolvimentos geopolíticos voláteis, o nosso negócio enfrentará um obstáculo igualmente forte em 2019. Na minha opinião, o Grupo Volkswagen está bem posicionado para enfrentar os desafios futuros. Nós encaramos o futuro com otimismo”, declarou o diretor de vendas, Christian Dahlheim.
 
A marca Volkswagen, que divulgou seus resultados um dia antes, apresentou o menor índice de alta entre as empresas do grupo que cresceram em 2018, de apenas 0,2%, para pouco mais de 6,24 milhões de veículos vendidos em todo o mundo. A Audi fechou o ano em queda de 3,5% no volume que ficou em 1,81 milhão. Já a Porsche elevou os resultados em 4%, para 256,3 mil veículos. Skoda e Seat também tiveram desempenho positivo, com variações de 4,4% e 10,5%, respectivamente, para 125 milhão e 517,6 mil unidades.
 
Fonte: Automotive Business